Quem somos

CEP - Como Estudar em Portugal  auxilia os estudantes brasileiros, desde a sua escolha de curso, universidade, inscrição à candidatura, documentos, vistos, moradia e todo o planejamento para realizar o sonho de fazer uma universidade no exerior.

Leia Mais sobre o CEP

Facebook

Instagram

Contato
CEP Como Estudar em Portugal
Cnpj: 10.399.226/0001-60
SÃO PAULO
Rua Flórida, 1.758 - 9º andar
Brooklin - São Paulo - SP
+55 11 3777 9356
PORTO

Avenida de França, 256, Loja 46

Edifício Capitólio - 4050-278

Porto - Portugal

+351 224 955 311

Parceiros

Dúvidas frequentes: chegou a hora de esclarecer questões sobre estudar e morar em Portugal

October 19, 2019

Como estudar em Portugal responde suas dúvidas online e presencial para que sua ida a Portugal seja feita legalmente. 
 

A decisão de mudar para um outro país requer planejamento, mas sabemos que esta não é uma tarefa fácil dadas as várias burocracias que são necessárias passar. As dúvidas são completamente naturais nesse processo. Por isso, Como Estudar em Portugal (CEP), uma assessoria que te auxilia para estudar em terras lusitanas, quer responder seus questionamentos. Listamos 11 dúvidas frequentes e vamos fazer um plantão presencial no próximo dia 21 de novembro, das 9hs às 17hs. Este encontro vai ocorrer na Câmara Portuguesa (Rua Cincinato Braga, 434 -  Bela Vista, São Paulo. Vamos falar de licenciatura, transferência, mestrado 2º ciclo, mestrado integrado e visto de estudante. 
 

Confira abaixo algumas dúvidas que respondemos para você;
 

  1. É possível usar a nota do ENEM para ingressar em Universidade Portuguesa? Sim. Desde 2014 algumas universidades lusitanas aceitam essa forma de qualificação do aluno. Hoje são cerca de 41 instituições que aceitam a nota do exame nacional.   O cidadão brasileiro que desejar ingressar em universidade Portuguesa por meio do Enem, precisa ter concluído o ensino médio e não pode ter nacionalidade Portuguesa e nem de nenhum dos países membros da União Europeia. 
     

  2. Tem possibilidade de trabalhar e estudar em Portugal? Tem. A maneira adequada para estudar e ter um meio legal para se sustentar é, solicitar permissão ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) assim que encontrar o emprego em Portugal e, desta maneira, obter autorização para o trabalho. O SEF vai analisar se o trabalho não vai interferir no seus estudos, isto porque seu visto no país é inicialmente para estudar, não para trabalhar. 
     

  3. Com o diploma Português, consigo emprego nos demais países da Europa? O diploma Português tem validade no Brasil e nos 28 países da União Europeia, por isso, você tem inúmeras possibilidades de candidatura de vaga. 
     

  4. Posso fazer graduação no Brasil e mestrado em Portugal? Pode e deve. A vivência em outro país vai somar uma ótima experiência ao seu currículo. Você precisa fazer o processo de equivalência e validação do seu diploma e se candidatar para o mestrado mais adequado à sua formação em Universidade Portuguesa. 
     

  5. Como saber se a instituição de ensino Portuguesa que escolhi é a melhor? As Universidades Portuguesas possuem excelência no ensino. Nas mais diversas instituições o currículo é amplo e voltado para a formação mais completa do profissional, porém é possível saber a colocação da faculdade escolhida tanto no ranking em Portugal, quanto comparado a outras universidades do mundo. https://www.webometrics.info/en/Europe/Portugal
     

  6. É possível trabalhar com visto de turismo e mudar para permissão de trabalho? Manter-se ilegalmente é uma opção arriscada, primeiro porque existe o risco iminente de deportação após os 90 dias de validade do visto de turismo. Depois, a tendência é que você seja contratado em empregos informais, que nem garantia de pagamento tem. Isto porque, se o governo Português identificar que você está trabalhando sem autorização adequada, caberá ao empregador uma multa bem salgada. Vale lembrar que a possibilidade de trabalho e estudo é permitida apenas aos universitários.  A maneira adequada para estudar e ter um meio legal para se sustentar é, notificar ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) assim que encontrar o emprego em Portugal e, desta maneira, obter autorização para o trabalho. O SEF vai analisar se o trabalho não vai interferir no seus estudos, isto porque seu visto no país é inicialmente para estudar, não para trabalhar.
     

  7. Posso usar a saúde pública de Portugal? Com o CDAM (Certificado de Direito à Assistência Médica), mais conhecido como PB4, emitido pelo Ministério da Saúde no Brasil, você pode usar o sistema de saúde português nas mesmas condições do que a população local. O acesso à saúde não é totalmente gratuito em Portugal, porém sem o CDAM/PB4 o custo pode ficar bem alto. Uma consulta de emergência chega a custar de 30 a 50 euros para quem não tem nenhum amparo e com o PB4 a consulta custa 5 euros e com seguro viagem internacional você não terá custo até o valor contratado especificado na apólice.
     

  8. Como faço para enviar/receber dinheiro lá fora? Através do Remessa Online você envia valores para qualquer país do mundo. O passo a passo é simples: Primeiro você faz o cadastro na plataforma. Selecione a categoria de transferência. Informa os dados da conta destino. Confirma o valor de envio. Transfere os valores em reais. Prontinho! Para receber, basta fazer o cadastro na plataforma. Escolher a moeda que deseja receber. Aguardar a chegada dos valores. Selecione a categoria de recebimento. As remessas possuem um custo de transação, que vai variar de acordo com a forma que o dinheiro for transferido. Com a parceria firmada entre o CEP e o Remessas Online basta usar o código “comoestudaremportugal” para conseguir 10% de desconto na operação.
     

  9. Encontrar imóvel em Portugal é fácil? O custo de moradia é alto?  De maneira geral, as medidas para locação adotadas no Brasil, como pesquisa de mercado e vistoria do imóvel podem (e devem) ser utilizadas em Portugal. Assim como no Brasil, o custo é maior nos centros urbanos comparado às regiões mais distantes. Cidades mais populosas e com fluxo turístico maior também custam mais. O gasto correspondente à moradia é significativo no orçamento, por isso a procura requer minúcia, não só pelo valor do imóvel em si, mas pelo acesso fácil ao trabalho e local de estudos.
     

  10. Quais os profissionais mais aceitos em Portugal? Profissionais de áreas ligadas à saúde, construção e tecnologia tem boas possibilidades no mercado de trabalho Português. 
     

  11. Qual valor da graduação em Portugal? No Brasil, uma graduação de engenharia chega a custar R$ 3.000,00 reais por mês (em universidade particular). Já em Portugal o valor é de € 3.000,00 a € 7.000,00 euros por ano (em universidade pública). Este valor é cobrado graças a um acordo firmado entre os países de Língua Portuguesa (CPLP), que garante desconto de 50% nas propinas (mensalidades). Cursos como Economia, Direito e Psicologia custam a partir de R$ 2.800,00 em grandes instituições brasileiras. Na Universidade do Porto, por exemplo, cada um desses cursos custa € 1.500,00 euros por ano.

     

 

 

Please reload